O SINDICATO

HISTÓRICO

Com a necessidade da criação de um órgão com representatividade sindical para defender, coordenar e proteger interesses individuais e coletivos da atividade profissional dos policiais federais e servidores administrativos surge, em 22 de agosto de 1989, o Sindicato dos Servidores Públicos Civis do Departamento de Polícia Federal no Estado de São Paulo (SINDPOLF/ SP).
Desde então, policiais e servidores do Estado contam com um órgão competente e coeso nas reivindicações sociais e trabalhistas, que tem realizado, desde sua fundação, ações que permitem a melhoria contínua das condições de trabalho no Departamento de Polícia Federal, colaborando com o fortalecimento da instituição e realizando as transformações que a categoria profissional deseja e a sociedade necessita.
O SINDPOLF é o único e legítimo representante no Estado de São Paulo de toda a Carreira Policial Federal, composta pelos cargos de Agente, Escrivão, Papiloscopista, Delegado e Perito, bem como pelos servidores administrativos do Plano Especial de Cargos da Polícia Federal.

A Polícia Federal, com a colaboração da Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar do Estado de São Paulo, prendeu na tarde de ontem (19/10), um brasileiro procurado pela justiça desde 2014, foragido após a deflagração de operação da Polícia Federal. Seu nome estava na lista de procurados da Interpol devido à possibilidade do homem fugir do país. 

A Comissão de Constituição Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (4), o Projeto de Lei Complementar 424/14, de autoria do deputado César Halum (PRB-TO), que garante a aplicação exclusiva dos recursos do Fundo para Aparelhamento e Operacionalização das Atividades-Fim da Polícia Federal (Funapol) no custeio e na manutenção das atividades da Polícia Federal (PF), proibindo seu contingenciamento.

Considerado o maior inimigo das facções criminosas e um dos homens mais ameaçados pelo crime organizado, o juiz federal Odilon de Oliveira, atualmente lotado na vara especializada em crimes financeiros e de lavagem de dinheiro do Mato Grosso do Sul, declara-se contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 412/2009, intitulada “PEC da Autonomia da PF”.

Na tarde de ontem (12/08), o vice-presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Flávio Werneck, acompanhado do policial federal especialista em aviação, José Luiz Boanova, se reuniu com especialistas em regulação de aviação civil e técnicos de segurança da aviação civil contra atos de interferência ilícita, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), em Brasília (DF), para assegurar o direito do embarque armado aos policiais federais em voos domésticos regulares ou charter.